Biografia

Recordemos rapidamente quem foi aquele que desejamos ver um dia como Santo da Igreja Católica Apostólica Romana.

Franz de Castro Holzwarth era o filho mais velho do casal Franz Holzwarth e Dinorah de Castro Holzwarth. Nasceu em Barra do Piraí – RJ, aos 18 de maio de 1942. Em 10 de agosto do mesmo ano foi batizado, na Igreja de São Benedito e com 08 anos recebeu a 1ª Eucaristia, na Igreja de Santa Teresinha. Começava assim, na vida do pequeno Franz a história de um grande cristão.

Aos 14 anos começou a trabalhar e em 1963, iniciou o curso de Direito na Fundação Valeparaibana de Ensino, em São José dos Campos. Residiu e trabalhou inicialmente em Jacareí e, mais tarde, passou a residir e trabalhar, pastoralmente em São José dos Campos, onde, em 1973, ingressou na APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados. Desde então, seus esforços, o seu tempo e tudo em sua vida foi dedicado a esse apostolado.

Consumiu sua vida neste serviço até o ano de 1981, quando, no dia 14 de fevereiro, enquanto tentava evitar o derramamento de sangue durante uma rebelião de presos na cadeia pública de Jacareí, foi barbaramente assassinado. A partir desse fato, sua história ganhou novo matiz, tornando-o conhecido popularmente como mártir da Pastoral Carcerária. Devido a isso e atendendo a solicitação daqueles que conheceram de perto a vida e o apostolado de Franz de Castro, a Diocese de São José dos Campos, iniciou no dia 06 de março de 2009, o Processo de Canonização deste Servo de Deus. Como parte do processo, aconteceu, no dia 12 de novembro deste ano a trasladação dos restos mortais de Franz de Castro para a cidade de São José dos Campos, com sua entronização na Igreja Matriz de São José, no dia 17 de novembro onde repousará aguardando a decisão da Igreja quanto à sua santidade postulada como exemplar para todos os demais cristãos.

Voltar

Desenvolvido por:

DB9