Justificativa Canônica

 “A causa de beatificação e canonização diz respeito a um fiel católico que em vida, na morte e depois da morte gozou de fama de santidade, vivendo de maneira heroica todas as virtudes cristãs; ou goza de fama de martírio porque tendo seguido mais de perto o Senhor Jesus Cristo, sacrificou a vida no ato do martírio”, (Art 4º parágrafo 1º, da Instrução para a realização dos inquéritos diocesanos ou das eparquias nas Causas dos Santos).

 “A fama de martírio é a opinião difundida entre os fieis acerca da morte padecida pelo Servo de Deus pela fé ou por uma virtude conexa com a fé” (Art. 4º parágrafo 2º da referida Instrução).

Diante disso, a Diocese de São José dos Campos, através de seu bispo diocesano, Dom Moacir Silva, após certificar-se entre uma parte significativa do Povo de Deus da fama de santidade e martírio do Servo de Deus, deu início ao Processo de Beatificação e Canonização do Servo de Deus Franz de Castro Holzwarth.

Documentos diversos pertencentes ao Servo de Deus, desde certidão de nascimento, batismo, crisma, escolaridade, textos elaborados para palestras aos detentos, revistas e publicações do fato ocorrido na época, dentre outros, foram entregues pela Comissão Histórica para a elaboração de todo processo.

Foram ouvidas mais de 30 testemunhas, dentre leigos, religiosos e familiares. As testemunhas, vinculadas por juramento a dizer a verdade e a manter sigilo de ofício, foram indicadas pelo Postulador, e outras,  chamadas ex officio pelo Juiz Delegado.

Voltar

Desenvolvido por:

DB9